The Brazilian musician Stênio Neves will perform at Clube do Choro on November 19, 9 pm.

Singer-songwriter Stênio Neves launches his second CD, “Pérola do sal” (Salt’s Pearl), on November 19, at 9 pm, at the Clube do Choro de Brasília. The show will be a trip through the tracks on the new album and also songs from his first album, “Lapidando”, with new outfits brought by the band, as well as great hits of Brazilian music that are part of the artist’s influences. The artist shares the stage with instrumentalists Filipe da Hora (guitar), Patrick Rerison (bass), Fernando Ramil (drums), Juca Junior (percussion) and Marcelo Lima (keyboards).

Stênio’s new work brings a remarkable style, soft voice, and true poetic lyrics, a mix to balance body and mind. “Pearl of salt” communicates and conveys thoughts and ways of seeing the issues of today’s world through the look of beauty and positivity. “A disc that radiates energy and lightness, dressed in a modern and vibrant sound. Rich in influences and references of the most diverse parts of the Brazilian culture and musicality”, says the artist.

With 8 tracks, the album has the participation of great musicians of the Brazilian national scene: the instrumentalists Célio Maciel (Drums), Sandro Jadão (Electric Bass), Filipe da Hora (Guitar), Caetano Bartholo (Teclados) and Larissa Umaytá ( Percussion), in addition to Stênio Neves himself (Voice, Guitar and backing vocals). The CD is produced by Alan Pinho (Refinaria Estúdio).

The album featured two guest appearances. The first was Mr. João Ferreira, guitarist, professor at the Brasilia School of Music and member of the Brazilian reggae band “Natiruts”, who recorded the Bahian guitar on the 5th track of the album “Encantos da Sereia” (Mermaid Charms). The second participation was by capoeira master Luiz Renato (Grupo Beribazu), a group of worldwide relevance in capoeira and of which Stênio has been a member since 2011. The master participated in recording berimbau on the 7th track of the album “Tranquilize o Coração” (Calm the heart).

The production features compositions such as “Abre a Janela” (Open the Window), which opens the album, a swing-laden fusion of samba and soul with light vocals, an invitation to surrender and open to the possibilities that life brings us. Following, a sunny and energetic organic dance for no one to stand still, “Bloco na Rua” (Carnival Band on the Street), proposes a reflection on the need to get up, have faith, move on and “put the band on the street”.

The third track on the album is “Aquele Balanço” (That Swing), a warm soul, true black invitation to the celebration of life. From soul to reggae, “Inspiração” (Inspiration) is the fourth track on the album, a pure reggae vibe where the composer plays with the muse-inspiration relationship, as the song’s muse can also be the inspiration’s “Momento em Si” (moment in itself). A song from the sea in the best northeastern style, with the footprint of northern guitars and the tone of the wonderful Bahian guitar, this is the cauldron of the fifth track of the album “Encantos da Sereia”.

The sixth track of the album “Voltas do mundo” is a tour of the style that has been present since childhood in the composer’s life, a delicious forró (Brazilian Musical Genre) with lyrics that refers to the passionate encounters that only forró can provide in a dance for two. “Tranquilize o Coração” (Calm the heart), seventh track, a black mantra with the disc’s most unique sound mix, song of affirmation and conscience, to remember the blackness, the need for affirmation, pride and black beauty, and the need for love, respect and unity, as it says in its verses, “Os laços não são correntes” (the bonds are not chains,) “Você não está sozinho, creia nisso” (you are not alone, believe that.) Closing the album, a song to talk about one of the most present feelings in the Brazilian song, the longing, “Voltei pra casa” (I Came Back Home) speaks of a pleasure that lives within the feeling of longing, the pleasure of experiencing the fact of being far from where or who one likes, with the firmness of knowing where to go and feeling the pleasure of being able to live the return, all in the coolness of the guitar riffs in that light footprint that every good pop ballad deserves.

The Salt Pearl CD has executive production by Beco da Coruja Produções, with funds from the  “Fundo de Apoio a Cultura do Distrito Federal” (Federal District Culture Support Fund – FAC / DF). The album will be on sale at Clube do Choro, on the day of the show, for BRL 20,00. Then on all digital platforms.

 

About Stênio Neves

 

A craftsman of songs cutting into the theater of life. Stênio Neves, singer and composer born in the Cerrado of Brasilia / DF, unites in his songs the richness of Brazilian music, mixing various styles such as samba, reggae, forró, pop and soul, he thickens the broth that boils in the cauldron of influences of his musicality.

Stênio has a degree in Law, studied Popular Singing at the Brasilia School of Music and Stage Technical Elements (Lighting / Sounding).

As a composer, he was a winner of the 2007 Popular FM Radio Music Festival of Samambaia (Best lyrics and 2nd best overall music); Finalist of the National Band Hunting Festival of Radio National and UK Brasil Pub 2011 (Ebó Band), among others.

In 2015, he made his first authorial project called “Lapidando” – CD / DVD – recorded live at Amphitheater 9 (UnB) in Brasília / DF. Project of voice format and two guitars, in which was accompanied by the guitarist Moisés Bezerra (Unb / Brasilia).

He is currently a member of the popular culture group “Porta do Mundo”, a group created in 2017 and with a relevant presence in the popular culture scene of the DF, also of the Project “Parceria” with the musician Filipe Braga (Samba, Choro and Forró).

 

Venue: Stênio Neves at Clube do Choro
When: November 19, 9 pm.
Where: Clube do Choro – Setor de Divulgação Cultural, bloco G, Eixo Monumental (avenue). Next to Centro de Convenções (Convention Center) Ulysses Guimarães, in front of the Football Stadium.
Price: BRL 40,00. Students and Senior Citizens pay half price.
Rating: 14
Information: (61) 3224-0599.

 

 

 

 

 

 

Músico Stênio Neves apresenta um concerto no Clube do Choro.

 

O músico Brasileiro Stênio Neves fará um concerto no Clube do Choro no dia 19 de novembro às 21h. 

O cantor e compositor Stênio Neves lança seu segundo CD, “Pérola do sal”, no dia 19 de novembro, às 21h, no Clube do Choro de Brasília. O show será uma viagem pelas faixas presentes no novo álbum e também por músicas de seu primeiro CD, “Lapidando”, com novas roupagens trazidas pela banda, além de grandes sucessos da música brasileira que fazem parte das influências do artista. O artista divide o palco com os instrumentistas Filipe da Hora (Guitarra), Patrick Rerison (Baixo), Fernando Ramil (Bateria), Juca Junior (Percussão) e Marcelo Lima (Teclados).

O novo trabalho de Stênio Neves traz som de pegada marcante, voz suave e letras poéticas e verdadeiras, uma mistura para balançar o corpo e a mente. “Pérola do sal” vem comunicar e transmitir pensamentos e formas de enxergar as questões do mundo atual por meio do olhar da beleza e da positividade. “Um disco que irradia energia e leveza, vestido por um som moderno e vibrante. Rico de influências e referências das mais diversas dentro da cultura e da musicalidade brasileira e do mundo”, comenta o artista.

Com 8 faixas, o álbum conta com a participação de grandes músicos da cena brasiliense e nacional: os instrumentistas Célio Maciel (Bateria), Sandro Jadão (Baixo Elétrico), Filipe da Hora (Guitarra), Caetano Bartholo (Teclados) e Larissa Umaytá (Percussão), além do próprio Stênio Neves (Voz, Violão e vocal de apoio). O CD tem produção de Alan Pinho (Refinaria Estúdio).

O disco contou com duas participações especiais. A primeira foi de João Ferreira, violonista, professor da escola de música de Brasília e integrante da Banda Natiruts, que gravou a guitarra baiana na 5ª faixa do disco (Encantos da sereia). A segunda participação foi do mestre de capoeira, Luiz Renato (Grupo Beribazu), grupo de relevância mundial na capoeiragem e do qual Stênio é integrante desde 2011. O mestre participou gravando berimbau na 7ª faixa do disco (Tranquilize o coração).

A produção apresenta composições como “Abre a janela”, que abre o disco, um sambasoul carregado de swing e leveza dos vocais, um convite a se entregar e se abrir para as possibilidades que a vida nos trás. Na sequência, um dance orgânico ensolarado e cheio de energia pra ninguém ficar parado, “Bloco na rua”, propõe uma reflexão sobre a necessidade de se levantar, de ter fé, seguir em frente e “botar o bloco na rua”.

A terceira faixa do disco é “Aquele balanço”, um soul quente, verdadeiro convite black à celebração da vida. Do soul para o reggae, “Inspiração” é a quarta faixa do disco, um reggae pura vibe em que o compositor brinca com a relação musa e inspiração, pois a musa da canção também pode ser o próprio “momento em si” de inspiração. Uma canção do mar no melhor estilo nordestino, com a pegada das guitarradas do norte e o timbre da maravilhosa guitarra baiana, esse é o caldeirão da quinta faixa do disco “Encantos da sereia”.

A sexta faixa do disco “Voltas do mundo” é um passeio pelo estilo que está presente desde a infância na vida do compositor, um forró gostoso com letra que remete aos encontros apaixonantes que só o forró pode proporcionar numa dança a dois. “Tranquilize o coração”, sétima faixa, um mantra negro com a mistura sonora mais singular do disco, canção de afirmação e consciência, para lembrar a negritude, a necessidade de afirmação, do orgulho e da beleza negra, e a necessidade de amor, respeito e união, como diz em seus versos “os laços não são correntes”, “você não está sozinho, creia nisso”. Fechando o disco, uma canção para falar de um dos sentimentos mais presentes no cancioneiro brasileiro, a saudade, “Voltei pra casa” fala de um prazer que mora dentro do sentimento de saudade, o prazer de vivenciar o fato de estar longe de onde ou de quem se gosta, com a firmeza de saber e ter pra onde voltar e sentir o prazer de poder viver o voltar, tudo isso no frescor dos rif`s de guitarra naquela pegada leve que toda boa balada pop merece.

O CD de Pérola do sal tem produção-executiva da Beco da Coruja Produções, com recursos do Fundo de Apoio a Cultura do Distrito Federal (FAC/DF).  O disco estará à venda no Clube do Choro, no dia do show, ao preço de R$20,00. Depois, em todas as plataformas digitais.

 

 

 Sobre Stênio Neves

 

Um artesão de canções se lapidando no teatro da vida. Stênio Neves, cantor e compositor nascido no Cerrado de Brasília/DF, que une em suas canções a riqueza da música brasileira, mesclando diversos estilos como samba, reggae, forró, pop e soul, ele engrossa o caldo que ferve no caldeirão de influências de sua musicalidade.

Stênio é formado em Direito, estudou Canto Popular na Escola de Música de Brasília e Elementos Técnicos de Palco (Iluminação/Sonorização).

Como compositor foi vencedor do festival de música da Rádio Popular FM de Samambaia de 2007 (Melhor letra e 2º colocado melhor música geral); Finalista do Festival Caça Bandas da Rádio Nacional e UK Brasil Pub de 2011 (Banda Ebó), entre outros.

Em 2015 realizou seu primeiro projeto autoral chamado “Lapidando” – CD/DVD – gravado ao vivo no Anfiteatro 9 (UnB) em Brasília/DF. Projeto de formato voz e dois violões, no qual foi acompanhado pelo violonista Moisés Bezerra (Unb/Brasília).

Atualmente é integrante do grupo de cultura popular “Porta do Mundo”, grupo criado em 2017 e com relevante presença na cena de cultura popular do DF, também do Projeto “Parceria” com o músico Filipe Braga (Samba, Choro e Forró).