The G7 Comedy Company was inspired by the mandatory lockdown of the pandemic to create its new show: “Intimidade é uma M*rda” (Intimacy is sh*t). The comedy premiered at the Teatro La Salle, in Asa Sul, on Saturday, October 2nd, and will be on stage all throughout October.

The play consists of humorous skits that represent the different phases of couples’ intimacy, whether in the first meeting, in the routine of sharing a flat, in a life coach seminar to improve the relationship or even in an unusual marriage proposal in New York.

With very good humor, creative and funny situations, live original songs, audience participation with awards, improvisational moments and exciting sketches, the brand-new play by the G7 seeks to amuse and pass on the message that intimacy can be sh*t, but without it no one is happy.


About the play:


Anyone who doesn’t know what it’s like to be intimate to someone can say they’ve been through life and haven’t truly lived. Or rather, didn’t survive. Intimate coexistence is what made us come this far as a nomadic species that we are. And besides being useful, intimacy can be very funny.

During the global pandemic, in which many people were forced to work from home, and therefore spend much more time together, increased cases in which intimacy can really suck.

Anyone who has never shared a bathroom will never know the adventure and thrill of sharing quirks, smells and hair in unimaginable places. To be intimate is to have the courage to let yourself be read as an open book, with all the possible grammatical mistakes. After all, those who are afraid of intimacy cannot live a great love.

The show follows this line of thought addressing various everyday situations through which different couples go through, in interactive comic sketches, but which also seek to promote a slight reflection on what is this such intimacy and whether it really sucks or if it’s a wonder.


Venue: Teatro La Salle
Where: La Salle High School – SGAS I St. de Grandes Áreas Sul 906 – Asa Sul, Brasília – DF (Next to the DETRAN-DF)
When: Until Sunday, October 30th. Saturdays and Sundays at 7 p.m.
Price: Tickets start at BRL 35.00. Students, senior citizens and people who donate either 1kg of non-perishable food or a book pay half price
Rating: 14
Information and ticket sales: (61) 99351-1629 and https://g7.byinti.com/#/event/Usjs_xojPPlbuaGpKDZW





THE GUIDE informs:

We are pleased to announce the partnership with Mundy Prime Automotive Service, a company specialized in complete maintenance services on vehicles from major world brands such as BMW, AUDI and Mercedez Benz, among others. The company also works with cars made in Brazil. From now on, members of the diplomatic community can count on special automotive assistance in English, including the pick-up and delivery of the vehicle at the embassy or residence.

Click here to know the company Mundy Prime





Português:

A Companhia de Comédia G7 se inspirou no bloqueio obrigatório da pandemia para criar seu novo programa: “Intimidade é uma M * rda”. A comédia estreiou no Teatro La Salle, na Asa Sul, no sábado, dia 2 de outubro, e estará no palco durante todo o mês de outubro.

A peça consiste em esquetes humorísticos que representam as diferentes fases da intimidade dos casais, seja no primeiro encontro, na rotina de dividir um apartamento, em um seminário de coaching de vida para melhorar o relacionamento ou mesmo em um inusitado pedido de casamento em Nova York.

Com muito bom humor, situações criativas e divertidas, canções originais ao vivo, participação do público em prêmios, momentos de improvisação e esquetes emocionantes, a nova peça do G7 busca divertir e passar a mensagem de que a intimidade pode ser uma merda, mas sem ele ninguém é feliz.

Sobre a peça:

Quem não sabe o que é ter intimidade com alguém pode dizer que já passou pela vida e não viveu de verdade. Ou melhor, não sobreviveu. A coexistência íntima é o que nos fez chegar tão longe como uma espécie nômade que somos. E além de ser útil, a intimidade pode ser muito engraçada.

Durante a pandemia global, em que muitas pessoas foram forçadas a trabalhar em casa e, portanto, passam muito mais tempo juntas, aumentaram os casos em que a intimidade pode ser realmente uma droga.

Quem nunca compartilhou um banheiro nunca conhecerá a aventura e a emoção de compartilhar peculiaridades, cheiros e cabelos em lugares inimagináveis. Ser íntimo é ter a coragem de se deixar ler como um livro aberto, com todos os erros gramaticais possíveis. Afinal, quem tem medo da intimidade não consegue viver um grande amor.

O espetáculo segue essa linha de pensamento abordando diversas situações do cotidiano pelas quais diferentes casais passam, em esquetes cômicas interativas, mas que também buscam promover uma leve reflexão sobre o que é essa intimidade e se é realmente uma merda ou se é uma maravilha.