From Tuesday, January 5th, until January 31st, the CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil will be holding a movie showcase of famous North-American comedian Mel Brooks.

The CCBB, or Centro Cultural Banco do Brasil (Banco do Brasil Cultural Center), is a chain of Cultural Centers created and managed by the Banco do Brasil, one of the federal banks in Brazil. The CCBB is known for bringing all sorts of cultural activities to the residents of Brazil, from art exhibits coming from some of the world’s most famous artists, such as Tim Burton and Björk, to plays written by some of the most famous playwrights in Brazil and the world, to innovative multimedia interactive experiences. In Brasilia, the CCBB is located in front of the Clube de Golfe (Golf Club), in the Setor de Clubes Sul.

The first new attraction of CCBB in Brasilia in 2021 will be “Mel Brooks – O banzé do cinema”, a film showcase that it looks back on the career of the actor, director, producer and musician that marked the history of cinema. In the showcase, 28 works will be presented between the 5th and the 31st of January.

Mel Brooks is a big name in the history of cinema and television. Known for his work as a director and actor, he is one of the most striking figures in comedy stories. Brooks is also one of the rare EGOTs, Emmy, Grammy, Oscar and Tony winning artists.

The program includes 11 feature films made by Mel Brooks, an episode of the TV series “Get Smart” (In Brazil: Agente 86 – 1965 to 1970), four documentaries, a short film, as well as productions that had some participation by the artist, such as The Elephant Man, produced by Brooks and directed by David Lynch.

Among Brooks ‘features selected for the show are “Spaceballs” (In Brazil: S.O.S. – Tem um Louco Solto no Espaço – 1987), “Blazing Saddles” (In Brazil: Banzé no Oeste – 1974), “Silent Movie” (In Brazil: A Última Loucura de Mel Brooks – 1976) and “The Producers” (In Brazil: Primavera para Hitler – 1967), which rendered him the only Oscar of his career, for Best Screenplay in 1969. The intention of the show is to unravel the 60 years of the artist’s career.

In addition to cinema, the program will feature a debate on the work of Mel Brooks with the presence of screenwriter Flávia Boggio and journalist Letícia Sallorenzo. Both will talk about the artist’s career. The dialogue will be given by Eduardo Reginato, curator of the showcase alongside José de Aguiar.

Tickets can be aquired for free in the day of the screenings at the website: https://www.eventim.com.br/


Venue: Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB
Where: SCTS, Lote 2 – Brasília, DF (Near the Museu Nacional and the Biblioteca Nacional,  it is located outdoors)
When: From January 5th to January 31st. Check the tickets section
Price: Free. Tickets will only be made available in the day of the movie screening
Rating: Check the screening sessions
Tickets: https://www.eventim.com.br/
Information: (61) 3108-7600

 





Portuguese:

De terça-feira, 5 de janeiro, até 31 de janeiro, o CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil, vai realizar a mostra de filmes do famoso comediante norte-americano Mel Brooks.

O CCBB, ou Centro Cultural Banco do Brasil, é uma rede de Centros Culturais criada e administrada pelo Banco do Brasil, um dos bancos federais do Brasil. O CCBB é conhecido por trazer todos os tipos de atividades culturais aos residentes do Brasil, desde exposições de arte de alguns dos mais famosos artistas do mundo, como Tim Burton e Björk, até peças escritas por alguns dos mais famosos dramaturgos do Brasil e mundo, para experiências interativas multimídia inovadoras. Em Brasília, o CCBB está localizado em frente ao Clube de Golfe, no Setor de Clubes Sul.

A primeira nova atração do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília será “Mel Brooks – O banzé do cinema”, uma vitrine de cinema que faz uma retrospectiva da trajetória do ator, diretor, produtor e músico que marcou a história do cinema . Ao todo, 28 trabalhos serão apresentados entre os dias 5 e 31 de janeiro.

Mel Brooks é um grande nome da história do cinema e da televisão. Conhecido por seu trabalho como diretor e ator, é uma das figuras mais marcantes da história da comédia. Brooks também é um dos raros artistas vencedores de EGOTs, Emmy, Grammy, Oscar e Tony.

No programa entram 11 longa-metragens feitos por Mel Brooks, um episódio do seriado Agente 86 (1965-1970), quatro documentários, um curta, além de produções que tiveram alguma participação do artista, como O homem-elefante, produzido por Brooks e dirigido por David Lynch.

Entre os longas de Brooks selecionados para a mostra estão apresentados SOS – Tem um louco solto no espaço (1987), Banzé no Oeste (1974), A última loucura de Mel Brooks (1976) e Primavera para Hitler (1967), que o rendeu o único Oscar da carreira, de Melhor Roteiro em 1969. A intenção da mostra é destrinchar os 60 anos da carreira do artista.

Além do cinema, o programa contará com um debate sobre a obra de Mel Brooks com a presença da roteirista Flávia Boggio e da jornalista Letícia Sallorenzo. Ambos vão falar sobre a carreira do artista. O diálogo será feito por Eduardo Reginato, curador da mostra ao lado de José de Aguiar.

Os ingressos podem ser adquiridos gratuitamente no dia das exibições no site: https://www.eventim.com.br/